21 junho 2010

Proteção nas redes sociais

O site do Canal Futura conversou com o psicólogo e diretor de segurança da Safernet Brasil, Rodrigo Nejm e preparou 10 dicas de segurança para você.


1. Pense duas vezes antes de publicar – Lembre-se de uma rede social é um espaço público e que toda informação que você colocar lá vai ficar disponível para grande parte dos usuários. São amigos dos amigos dos amigos... No Orkut, por exemplo, são 35 millhões de cadastros. Por isso é muito importante pensar bem no tipo de informação que vai publicar e evitar exposição desnecessária. Vale lembrar que depois de publicar algo, é impossível voltar atrás. Você pode até apagar mensagens e fotos, mas não dá pra evitar que alguém já tenha salvado isso. A regra vale para todo tipo de informação. Afinal, você não distribui seu endereço, fotos e telefones pra qualquer um na rua, então, por que fazer isso na internet?
2. O que não deve ser publicado (de jeito nenhum) – Evite divulgar seu sobrenome, dê preferência para apelidos. Nunca publique seu telefone ou endereço (nem em recados para amigos, pois nem sempre o perfil deles é privado). Também é importante não deixar mensagens públicas com detalhes e lugares onde você vai estar. As redes sociais facilitam o vazamento de dados que você não forneceria normalmente. Basta um descuido para que um desconhecido possa usar essas informações de forma indesejada.
3. Selecione sua rede de amigosNão saia adicionando qualquer pessoa que aparece só para ter mais amigos e parecer popular. Se você aceitar na sua rede apenas amigos (os do mundo real), suas informações estarão mais seguras. Em caso de ser abordado por algum perfil suspeito, configure sua conta para bloquear este contato.

4. Configure suas opções de privacidadeCada vez mais, os sites de relacionamento estão oferecendo mais controle de privacidade para os usuários. Leia com atenção as opções e torne o seu perfil o mais discreto possível. É bom lembrar que as configurações de privacidade são importantes, mas não são infalíveis. Por isso, é tão importante seguir todas as dicas.
5. Leia os termos de uso – Procure conhecer bem o site e a sua política de privacidade. Está tudo lá nos termos de uso, o problema é que ninguém lê. O sucesso das redes sociais chamaram a atenção das empresas e os sites querem usar seus dados para divulgar e vender produtos para você. Houve o caso polêmico do Facebook, que recentemente vendeu as informações dos usuários para agências de publicidade, a fim de desenvolverem anúncios personalizados. Quem não quer que as suas informações sejam divulgadas, podem recusar, indicando isso no termo de uso. Mas como ninguém lê...
6. Atenção com os links – Muito cuidado ao clicar em links recebidos por amigos e desconhecidos. Eles podem ser falsos e causar a maior dor de cabeça (muitas vezes, o amigo que enviou o link nem sabe disso). Para evitar problemas, rejeite links que pedem para instalar alguma coisa ou que sejam arquivos executáveis (dá pra saber prestando atenção no final “.exe”). Na dúvida, é melhor não aceitar. Se o link foi enviado por um amigo, não custa confirmar com ele antes. Quando o link for de alguma empresa, abra outra janela do navegador e compare se o endereço é oficial. Isso evita que você caia em sites clonados.
7. Cuidados no trabalho - Lembre-se de que assim como os 35 milhões de usuários do Orkut, sua empresa também pode estar de olho no conteúdo que você coloca nas redes sociais. Por isso, não jogue informações do trabalho da rede e nunca – mas nunca mesmo – fale que você odeia o seu chefe. Incidentes de vazamento de dados acontecem e podem ser motivo de repreensão e até demissão.
8. Restrição no acesso às fotos – O ideal é não publicar nenhuma foto sua. Se você não resiste, use as que não facilitem seu reconhecimento, nem endereços ou nome dos lugares que você frequenta.
9. Troque sua senha periodicamente – Escolha senhas mais complexas e as troque frequentemente. Nada de usar datas de aniversário, nome de parentes ou animais. Nem como senha, nem como recurso de lembrete. Essas coisas são fáceis de descobrir.
10. Promova as boas maneiras – Para tornar a internet um ambiente mais seguro, comece por você mesmo. Não faça na internet o que você não faria no mundo real e, em caso de encontrar conteúdos suspeitos, denuncie. Você pode fazer isso no próprio site de relacionamento ou no site www.denuncie.org.br.


Fonte: Canal Futura

Baixe  vídeos do Canal Futura, clique na imagem para saber mais.

futura

Um comentário:

  1. É o tipo de coisa que nunca é demais se dizer. Tem que ser dito sempre e independe da idade, pois muitos adultos já estão achando que a internet é um local "restrito" que só os amigos vão ver.

    Marcelo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e participação.Volte outra vez, estarei esperando! Esse espaço é para a sua participação respeitosa e aberta.
Para publicar o comentário, escolha uma identidade (ID) entre as opções que aparecem. Caso tenha conta no google(gmail), escolha a primeira opção ou então escolha ;Nome/ URL;, basta preencher o nome, caso não possua nenhum endereço de blog próprio(URL)