09 abril 2014

Não deixe que a escola te ensine

O texto abaixo, escrito por Renato Carvalho,  é excelente, embora constate uma realidade indesejável da instituição Escola. Não deixe de lê-lo na íntegra. Precisamos de uma escola diferente, nova e  sei que estamos a caminho dela. Até porque os protagonistas da  mudança serão os estudantes, a meu ver, que não aceitam mais o modelo conteudista, que prioriza o ensino e não a aprendizagem.
CARTA À MINHA FILHA: NÃO DEIXE QUE A ESCOLA TE ENSINE
Querida Clarice!

O mundo está mudando rápido. Bem mais rápido que as nossas escolas. Há tantas delas que ainda não perceberam que este mundo internético em que hoje vivemos é radicalmente diferente do mundo desconectado de algumas poucas décadas atrás e que nossa Educação agora pode e precisa ser muito melhor. 


Fonte:  http://rescola.com.br/

02 março 2014

CONTEC 2014 - aprendizagem interativa

Exibir CONTEC 2014


Estive no CONTEC, em Canoas no dia 20 de fevereiro, no auditório do Centro Universitário Unilasalle/Canoas. O evento foi a terceira edição da Conferência sobre Educação, Tecnologia, Conteúdo e Mundo Editorial da Feira do Livro de Frankfurt (CONTEC/Brasil), com o tema "O futuro da aprendizagem interativa".
Palestrantes nacionais e internacionais, abordaram os novos rumos da educação, unindo tecnologia, conteúdo e mundo editorial.´Na abertura, o prefeito de Canoas citou uma frase da  qual não lembro a autoria, mas  que gostei muito "O espírito que não lê emagrece como o corpo que não come. "
Foram apresentados vários painéis muito interessantes discutindo ideias e apresentando experiências inovadoras que estão dando certo. Basicamente, o que foi mostrado é que o conteúdo, sua transmissão e aprendizagem,   passa hoje pela tecnologia . O mercado editorial vive uma nova era, incorporando as mudanças trazidas pelas tecnologias que permitem  interatividade , colaboração e compartilhamento. E a educação cada vez mais tende a ser o mais personalizada possível, através da interação. 
Falou-se bastante no modelo híbrido de aprendizagem, que não exclui o impresso ou o eletrônico, ambos com suas vantagens
 e desvantagens.  
Num dos painéis "Novos paradigmas do ensino e do aprendizado" Jolanta Galecka, da Polônia, salientou muito bem que as tecnologias não resolvem sem uma boa metodologia. Quanto mais ativo o professor, mais passivo é o aluno, disse ela. Veja mais sobre as ideias da educadora aqui nessa entrevista.
Outra participação muito bacana foi do jornalista André Gravatá, um dos autores do livro A volta ao mundo em 13 escolas, que expôs experiências das escolas visitadas, todas inovadoras.Uma das suas citações me chamou atenção " Educação nâo é encher baldes, mas acender fogueiras." O jornalista encerrou sua fala lendo um poema que faz parte do livro o qual reproduzo aqui, pela sua beleza e significado

“A podência da educação”.

Educação é feita principalmente de gente
Gente é feita principalmente de abundância 
Freire disse que se a educação não pode tudo 
alguma coisa fundamental ela pode 
E a educação pode uma podência 
Que surgiu bem antes de método ou ciência 
A educação tem a podência do esticamento do olhar 
Para que ele se abra enorme
Do tamanho do mar
A educação tem a podência da expansão 
Do cultivo de campos de diversidade 
Para fertilizar os sertões 
Que hoje têm nome de cidade
A educação tem a podência do desafiamento
Passa pelo encontro com nossos redemoinhos internos
Que giram, sem trégua, num movimento de bagunçação 
Daquelas entranhas feitas principalmente de emoção 
A educação tem a podência de instaurar 
Uma catação de horizontes dentro de cada um 
Para que as abundâncias sejam descobertas 
Lapidadas, expostas, caleidoscopadas
Tocadas, abertas, compartilhadas
A educação tem a podência de conjugar 
Um verbo sinuoso, em chamas
O verbo ousadiar 
Que é verbo de significância
Verbo de propósito sem demora 
Para que nos ousadiemos no agora 
E no gerúndio, ousadiando 
A qualquer hora.

Mais detalhes dos painéis apresentados veja no blog do NTE Bento Gonçalves


Games e educação foi outro tema bastante abordado, mostrando que a literatura e os games cada vez mais convivem entre si. Foram mostrados diversos exemplos de livros interativos, em que o leitor participa da criação da história e também de livros-games que tem histórias digitais e/ou impressas e episódios online através dos games. Vários deles estão na e inglês, mas basta usar o recurso da tradução automática de páginas do google Crome ou do Mozzila.


Jorge Proença apresentou plataforma KIDUCA


http://www.kiduca.com.br/kiduca/
http://www.kiduca.com.br/kiduca/

Nick Eliopoulos, da editora Escholastic, EUA, mostrou os livros-games, série de livros e jogos online.

The 39 Clues (As 39 Pistas ) é uma série de livros de aventura, que conta com livros, jogos online, e coleção de cartões. No Brasil, foram publicados pela Editora Ática  .  A parte principal da série é composta de dez livros sobre as aventuras dos irmãos Amy Cahill e Dan Cahill tentando frustrar os outros Cahills para obter as 39 pistas, o que o tornará "a pessoa mais poderosa e influente em todo o planeta ". Amy e Dan concordam com o desafio em que a sua avó Grace Cahill propôs a eles e outros membros da família durante seu testamento, e vão a procura de 39 pistas espalhadas pelo mundo.Devido à integração da série de jogos on-line e um cartão de coleta com a leitura, a série cria uma experiência interativa. Além disso, há prêmios exclusivos para crianças, winnable comprando os livros e jogar o jogo online. Os romances são projetados para incorporar elementos históricos, colocando pessoas famosas no meio da família Cahill.(Fonte Wikipédia)


http://www.the39clues.com.br/home/default.aspx
http://www.the39clues.com.br/home/default.aspx
Spirit Animals No mundo da Erdas, cada criança que vem de idade deve descobrir se eles têm um espírito animal. Este vínculo raro pode desbloquear um poder incrível. A força negra aumentou no passado, e agora o destino do Erdas depende de quatro crianças corajosas. . . e em você
LEIA OS LIVROS
Separados por vastas distâncias, Conor, Abeke, Meilin e Rollan têm cada convocou uma besta de lenda - um espírito animal. Agora o seu destino está definido. Uma ameaça antigo está a aumentar mais uma vez, conquistando cidades inteiras com velocidade assustadora.Os quatro jovens heróis e seus animais têm de se unir em uma busca para encontrar talismãs lendários - antes que eles caiam em mãos inimigas.

JOGUE O JOGO
Crie seu herói e convoque um espírito animal do seu próprio! Bond e trem com seu animal para ter acesso a poderes incríveis. A força escura está ameaçando destruir o mundo à parte.Animais inocentes estão sendo levados à loucura por uma substância chamada bile. Vá em missões aross Erdas para libertá-los, coletando novas armas e armaduras ao longo do caminho, e buscando talismãs lendários junto com personagens dos livros.

http://spiritanimals.scholastic.com/
http://spiritanimals.scholastic.com/


INFINITY RING  A história está quebrada, e três crianças devem viajar de volta no tempo para configurá-la direito.Infinito Anel é uma aventura de viagem no tempo épica contada em sete livros e sete episódios online originais.Quando os melhores amigos e Dak Sera descobrem a chave para a viagem no tempo - o Anel Infinito - eles são levados por um século numa longa guerra secreta para o destino da humanidade. Recrutado pelo Hystorians, uma sociedade secreta que remonta a Aristóteles, as crianças aprendem que a história passou desastrosamente fora do curso - e cabe a elas para salvá-la.Cada livro vem embalado com um full-color, Guia colecionável do Hystorian, o seu guia de estratégia para a aventura online. Com um mapa de um lado e um monte de dicas e códigos, por outro, o guia vai ajudá-lo a vencer os desafios do jogo.Em cada episódio de jogo, você joga como Dak, Sera, eo jovem Hystorian Riq como viajar de volta no tempo para corrigir uma das grandes quebras. Use o Guia do Hystorian para descobrir o que deu errado na história. Então, a história continua como você explora o ambiente aberto e jogar mini-jogos, como lock picking ou rafting. Ao longo do caminho, você também vai side quests completas e falar com personagens históricos que o ajudarão a - ou, talvez, impedir você de - sua busca.O jogo Infinito Anel possui um ambiente de mundo aberto de imersão no qual os jogadores são livres para explorar uma representação 3-D de sites de todo o mundo e ao longo do tempo. O jogo está disponível em computadores desktop, mobile e tablets. Publicados no Brasil pela Editora Saraiva
http://infinityring.scholastic.com/
http://infinityring.scholastic.com/
Veja também o site da Scholastic

Outras ferramentas apresentadas:

 ICDL -International Children's Digital Library Biblioteca Digital Internacional da Criança :)
http://en.childrenslibrary.org/
http://en.childrenslibrary.org/
Pesquisando sobre a Biblioteca encontrei o projeto brasileiro ICDL com obras do MUNDO DA CRIANÇA . Inclusive com guias para educadores e pais, muito bons para baixar.


Educational Technology and Mobile Learning ( Tecnologia Educativa e Aprendizagem Móvel  - CONTÉM UM BANCO DE RECURSOS PARA OS PROFESSORES UTILIZAREM  COM ALUNOS, APLICATIVOS PARA SMARTPHONES, TABLETS. ETC
http://www.educatorstechnology.com
http://www.educatorstechnology.com/
WIDBOOK -Um lugar de conectar as pessoas a escrever, ler  e compartilhar ebooks em todo o mundo. Essa rede social revela escritores que podem escrever, editar, publicar e ler livros, individual ou colaborativamente.


http://www.widbook.com/
http://www.widbook.com/
Sites com books e aplicativos

http://www.onemorestory.com/
http://www.onemorestory.com/
https://www.appolearning.com/categories/193-interactive-books
https://www.appolearning.com/categories/193-interactive-books
http://appadvice.com/applists/show/children-ipad-books
http://appadvice.com/applists/show/children-ipad-books
http://nosycrow.com/apps/
http://nosycrow.com/apps/


http://www.speakaboos.com/
"Boa Noitinha!" é o aplicativo perfeito para o ritual diário infantil ao se deitar ao som de uma música doce e narração elegante.Todas as luzes se apagam ao redor, e até mesmo os animais no celeiro estão cansadinhos. Mas quem os fazem dormir? Quem apaga as luzes em seus aposentos na fazenda? Esta é a tarefa para crianças entre 1 e 4 anos de idade. Observando todos os animais irem dormir é uma bela maneira para uma criança também se sentir adormecida.
https://play.google.com/store/apps/details?id=com.foxandsheep.nightynight
O monstro no final deste livro. Neste livro, Grover fica horrorizado ao saber que há ummonstro no final do livro e pede ao leitor para não terminá-lo, de modo a evitar o monstro. Ele usa vários métodos para tentar manter o leitor de progredir, incluindo amarrar as páginas fechadas e cimentar-los juntamente com tijolos.Depois de cada página é virada, os resultados do esforço fracassou é mostrado, e Grover tenta um novo método para manter o leitor de virar mais uma página. Para a diversão e alívio de Grover, o monstro no final do livro acaba por ser outro senão ele mesmo.
https://itunes.apple.com/us/app/monster-at-end-this-book...starring/id409467802?mt=8
Essas são algumas amostras que eu vi por lá. É preciso que cada educador reveja suas práticas e tenha flexibilidade para integrar o uso da tecnologia, dos telemóveis, que em vez de serem obstáculos, se tornem aliados em sala de aula. A quantidade de aplicativos encontrados na rede revelam que o futuro chegou. Aprender é um ato interativo. Façamos então uso do que temos à disposição!

18 fevereiro 2014

Aprendizagem Significativa

Foi dada a largada do ano letivo 2014 com um dia de formação para os educadores. Destaco a palestra do professor doutor Júlio César Furtado que falou sobre aprendizagem significativa. Compactuo da sua opinião quando afirmou que estamos diante de uma geração super ativa, muitas vezes erroneamente diagnosticada com desvios de conduta e problemas de aprendizagem, isentando a escola da responsabilidade dos fracassos nos resultados. Precisamos admitir que o educador não pode mais ensinar, transmitindo conceitos prontos, mas precisa fazer aprender, colocando-se como mediador entre o conteúdo trabalhado e o educando, dando sentido, contextualizando, despertando a curiosidade e desenvolvendo competências para a vida. Aprender é um processo a ser construído, partindo do que faz sentido. Não há significado naquilo que o educando não vive. Partir de situações concretas, construir conceitos de forma coletiva baseados na sua observação e reflexão, aplicar o conhecimento na resolução de problemas cotidianos, eis aí etapas que o professor recomenda no planejamento das aulas. Aprender é um ato complexo, não linear, que estabelece conexões de acordo as vivências individuais, daí a necessidade de flexibilidade para compreender que nem todas as respostas são mesmas. É por esse motivo que as tecnologias, em especial o computador, com suas possibilidades da linguagem hipertextual, exerce tanto fascínio nas crianças, jovens e até adultos. Por obedecer á mesma lógica do cérebro humano., com suas infinitas ligações entre os neurônios. Vivemos e aprendemos em rede, seja ela virtual ou não. Ignorar essa realidade que a geração atual está inserida é desperdiçar a possibilidade de potencializar a “aprendizagem”. Proibir o uso de smartphones ao invés de propor desafios através deles é insensatez e ignorância das teorias da aprendizagem, exaustivamente estudadas por Paulo Freire, Vigostsky, Morin, entre outros. Enfim, estamos aí para mais um ano com novas carinhas e novos desafios. Que Deus nos dê sabedoria para que possamos escolher a melhor palavra, a melhor atitude , a melhor estratégia, na busca de fazer nossos educandos mais cidadãos e mais felizes . É para isso que devemos ensinar e aprender.

12 fevereiro 2014

Ambiente colaborativo é tendência para área educacional

Participei de uma reportagem no site da  Programmer’s, uma empresa de TI que possui soluções voltadas para a área educacional e está preocupada em entender também a área, as tendências e mudanças que tem passado, por isso teve a iniciativa de montar um site de informação. Aqui vai a matéria que pode ser vista na fonte aqui.

Resultado das novas tecnologias, as práticas da sala de aula tem se alterado a cada dia. Prova disso é a utilização mais frequente pelos educadores de ferramentas transformadoras, como blogs, redes sociais, vídeos e apresentações interativas, quase sempre utilizadas em ambientes colaborativos.

A pesquisa “Perspectivas tecnológicas para o ensino fundamental e Médio Brasileiro de 2012 a 2017”, realizada pelo NMC Horizon Project em 2012 apontou que a utilização de ambientes colaborativos é uma das tendências para a educação brasileira até 2017, isso porque a possibilidade de realizar projetos em conjunto com professores e alunos de outras escolas tornaram-se estratégias para proporcionar ao estudante diferentes perspectivas. Para isso, utiliza-se ambientes virtuais em que é possível compartilhar ideias e acompanhar o desempenho coletivo em ferramentas fáceis de usar e que são praticamente gratuitas.

O estudo realizado pelo NMC Horizon Project também detectou outras tendências, que foram ou ainda serão adotadas pelas escolas brasileiras em um ano ou menos. Confira:

Tendências educação

A professora Marli Fiorentin, especialista em Tecnologias em Educação pela PUC-Rio, faz parte da gama de profissionais que se atentaram para essas tendências. A professora, em 2005, observou o burburinho que os blogs estavam causando na internet e resolveu investigar a ferramenta. Passou a participar de grupos de discussão e fóruns, na tentativa de obter as informações necessárias para se aventurar pelos blogs.

Talvez sem perceber, a iniciativa de Marli ilustrou um novo perfil: profissionais (e também estudantes) que passaram a complementar seu conhecimento no conhecimento do outro, na troca de informação e aprendizado com pessoas de outros lugares, com outras formações. Essa colaboração foi a chave para o novo projeto da professora: criar um blog colaborativo para as suas classes.

Veja também:


Ainda em 2005 montou o blog Vidas secas: Ficção x Realidade para os alunos que lecionava. O objetivo era analisar a realidade dos estudantes por meio das obras literárias, o que começou desde a escolha do nome do projeto. Na época o Rio Grande Do Sul, estado onde atua, passava por uma difícil seca, por isso decidiu relacionar o período com a obra de Graciliano Ramos.

Marli foi pioneira ao utilizar novas ferramentas de ensino, como o blog, na sala de aula



Os resultados foram quase imediatos. “O blog permitiu trabalhar de forma dinâmica, de maneira até social. Ali eles escreviam para de fato se comunicarem com alguém”, conta Marli. Os alunos iam compartilhando suas experiências e relacionando-as com as obras literárias. A novidade foi a participação de outros alunos na discussão. “Essa interação que os alunos criaram na rede os incentivou a escrever”, diz.

Satisfeita com a experiência, em 2006 criou um novo projeto, o Ficção x Realidade, agora com outra turma. Observando os resultados do primeiro blog, começou a incentivar sua turma a interagir não só com outros alunos, mas também com os autores dos livros.

A professora foi se especializando cada vez mais no assunto, enquanto participava de outros projetos, o que gerou frutos: ficou em 2º lugar no concurso internacional realizado pela Educarede em 2007, devido ao blog Vidas Secas, e em 2008 participou de um projeto colaborativo realizado com professores do Brasil, Portugal e França, chamado Vôo BPF, no qual foi criado um blog colaborativo, em que estudavam literatura, tendo como tema o centenário de Santos Dumont. Com o Vôo BPF participou do concurso da Microsoft voltado para educação, ficando em 1º lugar na América Latina e em 3º no ranking mundial, sendo a premiação realizada em Hong Kong (China).

O que Marli percebeu com todas essas conquistas foram os benefícios da colaboração. “Aprender de forma colaborativa é importante, pois é preciso pensar na coletividade. Os problemas são globais, as soluções também devem ser. Ao sair da escola o aluno sairá trabalhando colaborativamente”, afirma.

Educação online

Essa nova interação aluno-professor, estabelecida pelas novas ferramentas de ensino que surgiram com a web, também resultou em mudanças para o educador. Marli aponta que antigamente o professor era fonte de informação, todavia, hoje, o aluno obtém informação de todos os lugares. “O professor precisa ser mediador, precisa ensinar o aluno a refletir sobre as informações. Aluno e professor aprendem juntos”, finaliza.

   Leia toda a matéria clicando aqui.

11 fevereiro 2014

Dia da Internet Segura - Comportamento na Rede


O dia de hoje, 11 de fevereiro, foi estabelecido como o Dia da Internet Segura. Cada vez mais, faz-se necessário discutir o tema, frente a tantos crimes e comportamentos inadequados, em especial, nas redes sociais. É papel de todos refletir e conscientizar a quem pudermos. Na minha escola, faço um trabalho de orientação sobre cidadania digital, afinal, navegando na web, estamos interagindo com o mundo e as regras sociais são as mesmas que fora do mundo virtual.  Quero destacar dois casos que ocorreram nos últimos tempos, dentre tantos outros, para ilustrar os riscos de mau uso das redes sociais.

Em novembro de 2013, uma jovem de Veranópolis, cidade vizinha da minha, suicidou-se depois de saber através de uma amiga, que uma foto íntima, capturada pelo ex-namorado através de print screen num momento de exposição na webcam, estava circulando numa rede social. Tem se multiplicado casos como esse em que jovens se expoem em momentos de intimidade e, rompido o relacionamento, acabam se tornando  vítimas , por vingança ou exibicionismo do outro. É necessário conscientizar os jovens  que  estando na rede, não há o controle sobre o que o outro fará com o que  dizemos ou mostramos. Cada um precisa avaliar de forma racional , não  deixando só emoção falar. Por outro lado, ninguém tem o direito de expor  quem quer que seja, sem autorização. E não  é apenas o autor da imagem , mas também quem ajudou a espalhar a mesma que cometeu o crime. 

Não nos enganemos, porém, achando que só adolescentes imaturos e impulsivos comportam-se indevidamente no meio virtual. Pior ainda, quando pessoas que deveriam ser referência, como foi o caso de Professores Universitários que publicaram  sem autorização a foto de um passageiro no aeroporto, manifestando preconceito pelo seu vestuário, julgando-o "pobre". Espanta a ingenuidade dessas pessoas que escarneceram da pessoa que,  por ironia, tratava-se de nada menos, nada mais que um advogado voltando de um cruzeiro, como se estivessem entre quatro paredes e não numa rede social  onde a visibilidade é evidente. Com certeza, a reputação da professora que publicou a imagem e de todos os colegas que partilharam comentários preconceituosos foi por água abaixo. Com que moral esses profissionais poderão entrar na sala de aula para orientar seus alunos?

Esses dois casos, mostram que o mau uso da internet pode trazer danos irreversíveis, pois o alcance de nossas ações é imensurável e o estrago também. Assim como podemos alcançar o sucesso, potencializar amizades, aprender de forma colaborativa, revelar nossas habilidades, também podemos destruir nossa imagem ou vidas. É urgente a reflexão e mudanças de atitude.

Para promover o uso seguro da web, a GVT e a SaferNet estão realizando por todo o Brasil uma pesquisa sobre Hábitos de Navegação na Internet.As informações colhidas serão utilizadas na elaboração de conteúdos educativos voltados, especialmente, para crianças e adolescentes, orientando o uso responsável, seguro e cidadão da internet e a preservação da segurança on-line. Acesse aqui

03 fevereiro 2014

Dicas Inovadoras

O site Porvir  reuniu conteúdo que pode ser uma dica para incrementar aulas, estudos, ideias e discussões sobre inovações em educação. São serviços, listas, sugestões de vídeos, palestras, passo a passos, cursos que estão abertos, Moocs que vale a pena conhecer etc. Conteúdos curtos, direto ao ponto, e que têm feito sucesso entre os leitores. Faça suas buscas pelas mais recentes, mais curtidas e mais tuitadas!

29 janeiro 2014

Metamorfose


Gosto muito dessa passagem do livro Zorba, o Grego, de Nikos Kazantzaki. A sociedade  formata as pessoas, a escola padroniza  e não raras vezes, espera os mesmos resultados e comportamentos, os pais , muitas vezes, comparam os filhos. Temos pressa... O mundo exige respostas rápidas. No entanto, cada pessoa, cada ser vivo, cada elemento da natureza tem seu ritmo, tem seu tempo. Muitas vezes, as mudanças que vão acontecendo são internas e passam despercebidas. Um belo dia somos surpreendidos.
Tive um aluno da Educação Infantil que travava e entrava em pânico quando chovia e eu passava o tempo todo de mãos dadas. Muitas vezes o pavor era tanto que  os pais precisavam buscá-lo no meio da tarde. Ele mudou para outro estado. Ontem,dois anos depois,  para minha surpresa, vejo uma foto dele na minha timeline tomando banho de chuva , com um recado da mamãe :"Medo superado"! Fiquei feliz e entendi que essa superação foi um processo silencioso. 
Outra demonstração dessa questão ocorre com meu filhos. Desde a gravidez, comprei coleções de livros e contava histórias aos meus bebês. O Tadeu, o primogênito, sempre devorou livros, jamais dorme sem ler e até virou personagem  (Meu Pai Não Mora Mais Aqui - Caio Riter). Não nego que sempre senti certa frustração por não ver o mesmo gosto  pela leitura no Leonardo, apesar do meu incentivo e das fartas coleções de livros espalhadas pela casa. Sempre ouvi dizer que é de pequeno que se torce o pepino e por isso, estava perdendo a esperança. Mas eis que... Faz algum tempo, agora já universitário, tenho flagrado  meu caçula com livros grossos, entregue à leitura literária. Hoje ele ligou e propôs que comprássemos em sociedade uma coleção de livros que ele fussou e achou na net. Percebo que o ambiente  estimulador foi fundamental. 
Não podemos forçar as leis da natureza. Tudo tem seu tempo certo pra acontecer e cada um precisa superar seus próprios desafios. 

Plante uma árvore



O calor que vem fazendo  está para qualquer diabo não botar defeito. Interfere na própria saúde, o rendimento cai, haja inspiração para superar esse derretimento. Luis Fernando Veríssimo, na crônica  Calor , diz: "Sabe o que eu sinto quando vejo fritarem um ovo no asfalto para mostrar como está quente? Inveja. Penso: pelo menos pro ovo foi rápido..." Brincadeiras à parte, queixar-se apenas não resolve. É preciso refletir seriamente esse problema do superaquecimento e pensar soluções. Não só pensar, agir. Iniciativas como essa precisam ser apoiadas. 
Em decorrência dos abusos ambientais que estão ameaçando a região, a Ikebana Flores BH está divulgando a campanha PLANTE UMA ÁRVORE NO GANDARELA – que pretende plantar mudas típicas do cerrado nas áreas mais devastadas do Gandarela, em nome de todos que divulgarem a campanha através de sites ou redes sociais. As ações do plantio serão noticiadas no site da Ikebana Flores.
Durante a campanha, a floricultura estará distribuindo gratuitamente mudas típicas do cerrado (ipê branco, ipê amarelo, sucupira, entre outras.) a quem se interessar. Para pegar uma muda, basta comparecer de segunda-feira a sexta-feira, de 10h00 as 19h00, na Av. Getúlio Vargas, 1697, Savassi – Belo Horizonte-MG. O telefone é (31) 3227-4802.Não importa onde, plante uma árvore. O planeta agradece e seus sucessores também. Enquanto isso, vamos nos abanando e haja ventilador!

Aqui a mudinha plantada  e o agradecimento feito ao blog


28 janeiro 2014

Aulas Animadas



O Instituto Paramitas desenvolveu o site Aulas Animadas para auxiliar a aprendizagem da leitura e escrita , através de jogos e aplicativos para smartphones e tablets. O site dispõe de planos de aula e espaço para os educadores socializarem seus próprios planejamentos e experiências. No site estão disponíveis os jogos Na pista das palavras, Bingo das Palavras, Colheita de Figuras e Blocos das Palavras. Além dos jogos, o aplicativo Adivinhe a Palavra, lançado no inicio de 2013 também faz parte da plataforma e está disponível no Google PlayiTunes e na Windows Store. Eu já baixei no meu smartphone e adorei. Saiba mais aqui.